ANTIQUADA COM MUITO ORGULHO!



Onde estão o amor, o romantismo e os verdadeiros valores morais e de família? Venho acompanhando as notícias sobre essa brasileira que está “leiloando” sua virgindade através da internet, cujo organizador do leilão é a produtora virgens desejadas para um reality australiano.
Sei que não é de minha conta, cada um faz o que quiser com o próprio corpo. Mas vejam só, cada dia mais eu escuto amigas minhas reclamarem que não existem mais homens, que os poucos que têm são casados ou gays. E os que estão solteiros, não querem compromisso, é só transar e que venha a próxima.

Eis que surge uma menina na flor da idade, bonita, saudável, aparentemente sem problemas também, leiloando sua virgindade para qualquer um que pagar mais caro. Gente, eu sou romântica, antiquada e cafona demais! Não consigo entender que mesmo vendendo sua intimidade ela consiga ainda dizer que é romântica. Eu não sou contra sexo de maneira alguma. Antes, durante ou depois do casamento -e dentro de quatro paredes você faz o que quiser,-  desde que não seja tão banalizado, tão sem propósito.

É o momento que deveria ser mais inesquecível para uma mulher.  É nosso primeiro contato com o universo masculino, com o sexo, com o toque, pele a pele, é a troca total da intimidade com outra pessoa, a descoberta do prazer, do desejo. A primeira vez deveria ser especial, com alguém que realmente valesse a pena, que você saiba que é por amor, não porque suas amigas ou seu namorado pressionaram, ou ainda por curiosidade. O corpo é sagrado onde não deve ser violado por qualquer ser medíocre. Deveria ser com alguém que você se lembrasse para sempre como o escolhido, que foi atencioso, cuidadoso, especial. Alguém que mesmo que você não esteja mais com ele, mas que se tivesse a oportunidade de voltar no tempo, faria tudo de novo.

Nesse leilão a garota simplesmente está dando um símbolo de sua descoberta para a vida a qualquer um, a quem pagar mais por isso. Sem falar que se as propostas não forem reais, ou os proponentes desistirem, ganha o lance mais alto e esse lance pode ser até a bagatela de U$ 1,00. É só isso que ela vale? O que ela ganha com isso? Um grande vazio com certeza. Qualquer valor que ela receber nunca será o bastante.

Eu fico pensando onde estão os pais dessa garota. Quais os valores que passaram para a filha. Ela estuda? O que faz da vida? Penso também na volta dela para casa. Quando irão respeitá-la novamente? Penso nos homens oferecendo-lhe qualquer moeda em troca de sexo. Será que terá valido a pena toda essa exposição? E eu nem falei sob o ponto de vista jurídico. É rufianismo sim. Se não fosse, a perda da virgindade não se daria dentro de um avião. O comprador pagará o valor e terá apenas uma hora para desfrutar da mercadoria. É surreal!

Escuto conversas de muitas mulheres hoje que tratam sexo da mesma maneira que o homem sempre tratou, e ainda mais, elas se deixam ser tratadas por eles como coisa, como aventura de uma noite apenas. Estão com elas hoje e amanhã ou daqui a pouco, com outras. Elas se permitem isso e depois reclamam. Perderam totalmente o respeito. Para mim isso não é liberdade sexual, direitos iguais, é não se valorizar, se vulgarizar mesmo. Não reclame se alguém te tratou mal, você foi quem fez isso primeiro.

Edna Guedes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Sua opinião é muito importante para mim.